Search Images Maps Play YouTube News Gmail Drive More »
Sign in
Books Books
" Auriverde pendão de minha terra, Que a brisa do Brasil beija e balança, Estandarte que a luz do sol encerra E as promessas divinas da esperança. . . Tu que, da liberdade após a guerra, Foste hasteado dos heróis na lança, Antes te houvessem roto... "
Os symbolos nacionaes: estudo sôbre a bandeira e as armas do Brasil - Page 9
by Eurico de Goes - 1908 - 278 pages
Full view - About this book

Curso de litteratura brazileira: ou, Escolha de varios trechos em prosa e ...

Alexandre José de Mello Moraes, Mello Moraes Filho - Brazilian literature - 1882 - 460 pages
...pendão de minha terra, Que a briza do Brazil beija e balança, Estandarte que a luz do sol encerra E as promessas divinas da esperança. Tu que da liberdade...na batalha, Que servires a um povo de mortalha!.. Fatalidade atroz, que a mente esmagii, Extingue nesta hora o brigue immundo O trilho que Colombo abrio...
Full view - About this book

A cachoeira de Paulo Affonso: poema original brasileiro. Fragmento dos ...

Castro Alves - Brazil - 1884 - 368 pages
...pranto!... Auri-verde pendão de minha terra, Que a briza do Brazil beija e balança, Estandarte quelT luz do sol encerra As promessas divinas da esperança......que da liberdade após a guerra Foste hasteado dos beróes na lança, Antes te houvessem roto na batalha, Que servires a um povo de mortalha !... Fatalidade...
Full view - About this book

Serenatas e saráus: collecção de autos populares, lundús ..., Volume 2

Folklore - 1902 - 408 pages
...pranto ! Auri- verde pendão de minha terra, Que a brisa do Brazil beija e balança, Estandarte que a luz do sol encerra As promessas divinas da esperança......na lança, Antes te houvessem roto na batalha Que services a um povo de mortalha ! . . . Fatalidade atroz que a mente esmaga. Extingue nesta hora o brigue...
Full view - About this book

Estylística

Pedro Júlio Barbuda - Portuguese language - 1907 - 218 pages
...admiração, ex : Auri-verde pendão da minha terra Que a brisa do Brasil beija e balança, Estandarte que a luz do sol encerra As promessas divinas da esperança ! Tu que da liberdade, após a guerra, Foste hasteada dos heroes na lança, Antes te houvessem roto na batalha Que servires a um povo de mortalha....
Full view - About this book

Revista do Instituto histórico e geográfico de São Paulo, Volume 11

Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo - Brazil - 1907 - 480 pages
...e 443. Auri-verde pendão de minha terra, Que a briza do Brasil beija e balança, Estandarte que á luz do sol encerra As promessas divinas da esperança... Tu, que da liberdade apôs a guerra Foste hasteado dos heróes na lança, Antes te houvessem roto na batalha, Que servires...
Full view - About this book

Revista do Instituto Geográphico e Histórico da Bahia, Issues 43-44

Bahia (Brazil : State) - 1918 - 754 pages
...tio Brasil beija c balança, Estandarte que á luz do sol encerra As divinas promessas da esperança; Antes te houvessem roto na batalha Que servires a um povo de mortalha Mais do que conterrânea, é a vossa acção benéfica. Ainda hontem, por sob as abobadas desta casa...
Full view - About this book

A aboliço (esboção historico) 1831-1888

Osório Duque Estrada - Black people - 1918 - 374 pages
...pendão da minha terra, Que a brisa do Brasil beija e balança ! Estandarte, que a luz do sol encerra E as promessas divinas da esperança; Tu, que da liberdade após a guerra Poste hasteada dos heróes na lança, Antes te houvessem roto na batalha Que servires a um povo de...
Full view - About this book

Castro Alves

Castro Alves - 1921 - 252 pages
...pend&o de minha terra, Que a brisa do Brasil beija e balança, Estandarte que à luz do sol encerra Às promessas divinas da esperança. . . Tu que da liberdade após a guerra Foste hasteado dos heróis na lança. Antes te houvessem roto na batalha, iQue servires a um povo de mortalha! l Fatalidade...
Full view - About this book

O suave convivio: ensaios criticos

José Cândido de Andrade Muricy - Brazilian literature - 1922 - 348 pages
...commoção: «Auri-verde pendão de minha terra, Que a brisa do Brasil beija e balança, Estandarte que á luz do sol encerra As promessas divinas da esperança...roto na batalha, Que servires a um povo de mortalha ! . . . » Torna a indignação num crescendo formidavel com o qual fecha o poema: «Fatalidade atroz...
Full view - About this book

Castro Alves, o poeta e o poema

Afrânio Peixoto - Poets, Brazilian - 1922 - 608 pages
...pendão de minha terra, Que a brisa do Brasil beija e balança, Estandarte que a luz do sol encerra E as promessas divinas da esperança. . . Tu que da liberdade após a guerra Foste hasteado dos heróis na lança — Antes te houvessem roto na batalha Que servires a um povo de mortalha ! • ....
Full view - About this book




  1. My library
  2. Help
  3. Advanced Book Search
  4. Download EPUB
  5. Download PDF