Page images
PDF
EPUB

sempre concebeo esperanças de que o Ceo lhe tinha guardado meio efficaz de sua salvação; como vio em effeito.

129 O Padre Nobrega, ainda que já mui quebrado, e doente, acudia com força do espirito a remediar muitas necessidades, que o tempo, e lugar occasionavão em hum Collegio, que começava a edificar-se em huma cidade, que escaçamente tinha lançado primeiros fundamentos, e entre gente nova no sitio, que tratava sómente de principiar modo de vida, e escocolher sorte de terra, de cujas plantas pudesse sustentar-se. Ajudava juntamente ao Capitão mór, que o Governador Mem de Sá seu tio lhe deixára encommendado (segundo costumava) e ao ditto Capitão ordenado, que não fizesse cousa de sustancia sem conselho do Padre. Acudia à doutrina, e instrucção dos Indios que tinhão vindo das Capitanias, especialmente do Espirito santo, em ajuda da guerra; fazendo-os ajuntar nas terras do Collegio em huma grande aldea, que depois floreceo, e foi em augmento, assi em christandade, como em numero de gente, que se lhe aggregou; e servio sempre de baluarte, e defensão da cidade contra Tamoyos, Franceses, e Ingleses.

130 Aqui por fim d'este anno porei hum caso digno de memoria, ainda que com duvida, se foi n'este ou n'outro anno dos seguintes; o que importa pouco. Vivia n'esta terra hum Indio, homem de grande coração, e esforço, e na destreza, e prudencia militar superior a todos; fiel aos Pòrtugueses, e perfeito Christão. Tinha obrado grandes façanhas nas guerras passadas em defensão dos Portugueses, primeiro em S. Vicente contra os gentios Tamoyos, que tinhão posto em grande aperto a terra. Ajudára a defender a Capitania do Espirito santo com sua gente (cujo Principal era) contra os Franceses, que pretendêrão fazer entrada n'aquella villa; com tão: boa opinião de soldado, que veio a ser assombro do inimigo. Era seu nome, quando gentio Ararigboya, depois de bautizado foi Martim Affonso de Sousa. Na primeira guerra, em que Mem de Sá rendeo a força de Villagailhon, ouvindo o valor d'este Indio, o levou comsigo do Espirito santo com toda sua gente; e fez taes façanhas em armas, aqui, e em todos os succèssos seguintes de muitos annos, que mereceo ser reputado entre os principaes Capitães de conta.

131 Este Indio pois, acabadas as guerras, mandou o Governador Mem de Sá assistir com sua gente em huma paragem fronteira á cidade, distancia de huma legoa, por nome hoje S. Lourenço. Aqui, depois de assentada sua aldea, intentarão as reliquias dos Tamoyos vencidas, que possuião

o Cabo Frio, inimigos seus capitaes, havél-o ás mãos, e fazer d'elle hum alegre banquete. Achárão occasião a proposito; porque havendo de carregar em seu distrito de pão brasil quatro náos de Franceses, pedirão-lhes que antes de partirem fossem seus Capitães n'este acommetimento: e como dependião os Franceses em suas drogas d'estes barbaros, houverão de condescender. com seus intentos. Derão á vela as quatro náos, oito lanchas guerreiras, e húm numero de canoas sem conto. Entrárão a som de guerra a barra do Rio de Janeiro, ainda então sem forças, nem artilharia que lhe impedisse o passo; e comɔ nem a mesma cidade estava cercada, teve-se por perigoso o caso, porque o inimigo chegou inopinadamente: seu poder era grande, o nosso mui fraco; e se acommetêrão corria risco n'aquelle dia a cidade. Fizerão os nossos coração, mandárão Embaixadores aos Franceses sobre o intento de sua vinda: respondêrão que elles hião a entregar nas mãos dos Tamoyos a Martím Affonso de Sousa. Ficou mais desassombrada a cidade, posto que receosa que levando victoria do Indio voltassem sobre ella. Mandou o Governador a toda a pressa a S. Vicente em busca de soccorro de canoas, e gente, preparou trincheiras, ordenou que todos estivessem em armas, e despachou aviso a toda a pressa, com algum soccorro que pôde, a Martim Affonso de Sousa, de cujo successo dependia o nosso, e a quem deviamos favorecer por benemerito da republica toda.

132 Ao som do aviso não desmaiou o valeroso Indio: pôz logo em cerca de vallos e estacada sua aldea, e recolhendo sómente os que erão de guerra, e os Padres da Companhia Gonçalo de Oliveira, e Balthasar Alvares, que com elles estavão, mandou sahir toda a gente inutil a lugares seguros, e esperou com grande coração, e esforço o inimigo. Desembarcou este em terra, e virão então que era seu poder formidavel em comparação do com que se achavão; porque as quatro náos jogavão muita artilharia, as oito lanchas lançárão de si summa de Franceses de armas de fogo: as canoas tão grande multidão de Tamoyos, que cobrião as praias, apercebidos todos, como aquelles que vinhão a effeito.

133 Porém no meio d'esta perplexidade, traçava o Ceo hum successo de fama; e foi assi, que os inimigos dando por certa a victoria, aquelle dia que sahirão em terra quizerão descansar, e não fizerão nada. Succedeo que aquella mesma noite entrou n'ella.o soccorro que tinha despedido o Governador da Cidade, de poucos Portugueses, mas de effeito, com alguns Indios: tudo capitaneava Duarte Martins Mourão, homem de valor. Visto este soccorro, chorou de alegria o Capitão Martim Affonso, e depois de exagerar aos seus

grandes louvores da lealdade dos Portugueses, que em tão apertada occasião se não esquecêrão d'elles, e depois de trazer-lhes à memoria as façanhas de seus antepassados, e as que elles tinhão obrado na continuação d'aquellas guerras tão prolongadas, tomou huma resolução digna de coração esforçado; e confiado no valor dos seus, e no silencio e escuro da noite, mandou romper as cercas, e appellidando o nome de Jesu, e do Martyr S. Sebastião, acommeteo o inimigo de improviso. Travou-se aqui huma bem ferida batalha; porque os nossos, á voz e exemplo de seu Capitão, parecião leões; e como derão em corpo desconcertado, fazião no inimigo grande estrago: por outra parte a mesma multidão fazia resistencia, e pelejavão fortemente os mais esforçados; mas como sem ordem, e entre a confusão da noite, houverão por fim de voltar as costas, e pôr-se em fugida. Seguirão os nossos o alcance, e com pouco damno recebido, fizerão huma grande matança, castigando o atrevimento dos barbaros, e desafrontando sua gente.

134 Em quanto huns e outros soldados andavão occupados na briga, as náos francesas que estavão junto á praia, com a vazante da maré ficarão em seco, e fizerão pendor de maneira, que não podião jogar artilharia; o que advertindo alguns dos nossos, assestárão contra ellas hum falcão pedreiro, que tinha vindo no soccorro, e vomitando nos convezes virados a terra á mão tente nuvens de pedras, matárão muitos dos Franceses, e destroçarão alguma enxarcea miuda. Acabada esta memoravel victoria, clareou a manhãa, e virão então suas magoas; e mal puderão as reliquias dos Franceses reduzir-se a suas nãos, e as dos Tamoyos a algumas de suas canoas. Assi confusos, e envergonhados desembocárão a barra, com menos brios dos com que entrárão. Fizerão resenha, e achárão-se mui raros, e que levavão que chorar largos tempos; e aquelles que sahindo soberbos, vinhão ameaçando banquetes das carnes dos contrarios, deixavão agora semeadas as praias de seus defuntos corpos. Chegárão ao Cabo Frio, planteárão os Tamoyos seus mortos, e os Franceses reparárão seus navios, e se partirão menos alegres a suas terras, deixando com esta ultima victoria o Rio de Janeiro desassombrado. Soube do caso El-Rei D. Sebastião, louvou o esforço do Indio, mandou-lhe peças de estima, e entre ellas hum habito de Christo com tença, e hum vestido de seu proprio corpo.

135 N'este tempo chegou o soccorro que o Governador mandára pedir a S. Vicente; e achando concluido o a que vinhão, tomárão em ponto de honra voltar-se sem fazer effeito de guerra. Mandou o Governador que fossem ao Cabo Frio, fazer alguns assaltos n'aquelles inimigos, menos pujan

tes já, e tomassem lingoa do que se passava entre elles. Achárãoque erão partidas as quatro náos Francesas, e que em seu lugar tinha chegado huma bem artilhada, carregada de mercadorias: voltárão com a noticia; e como estavão os do Rio victoriosos, e os de S. Vicente desejosos de pelejar, vierão todos facilmente em que fossem com suas canoas acommeter e render aquella não Francesa. Partio o mesmo Governador em pessoa com gente de effeito, e chegando a ser avistados dos montes do Cabo Frio, fizerão os Tamoyos aviso aos Franceses, entre os quaes servio de riso o poder de pequenas canoas contra huma náo artilhada, de porte de mais de duzentas toneladas. Porém chorárão logo o que rirão; porque as canoas acommeterão huma madrugada por huma e outra parte, e ganharão de repente os costados; d'onde por mais que a não estava preparada de artilharia, enxaretada, e guarnecida de soldados armados, e artificios de fogo, a artilharia não fazia effeito, porque jogava pelo alto, e ficavão-lhe as canoas debaixo: e da mesma maneira todas as mais armas de fogo ficarão frustradas; porque as frechas varejavão os bordos de maneira, que não era possivel chegar a elles sob pena de morte. Já n'este tempo sentião os Franceses a força das pequenas canoas, e julgavão que não era cousa de riso. Acommeterão os nossos a subida tres vezes; mas como ao entrar ficavão a peito descoberto, forão rebatidos com os piques, e com alcanzias de fogo: e n'estes encontros tres vezes cahio o Governador ao mar armado, sem saber nadar, e tres vezes foi livre pelos Indios, que no mar são o mesmo que peixes nadadores.

136 Durava a briga mui travada de parte a parte: o principal que defendia o convés esforçadamente, era o Capitão da náo, vestido de armas brancas, jogando de duas espadas, e acudindo com valor a todos os successos: entenderão os nossos, que n'este consistia a gadelha do inimigo; mas como andava armado todo, não podião as frechas penetral-o. Entrou em zelo hum destro frecheiro, perguntou se tinhão aquellas armas algum lugar, por onde entrasse huma frecha? Disserão-lhe que pela viseira: bastou o ditto, disparou a frecha, deo no mesmo lugar, penetrou-lhe o olho, e o interior da cabeça, e deo com o armado Capitão no convés, e com os corações dos soldados por terra; porque vendo defunto seu Capitão, e muitos soldados mal feridos, desmaiados se recolherão a baixo da coberta. Entrárão os nossos, e a breves lanços rendidos os Franceses, se fizerão senhores da náo, á vista dos mesmos Tamoyos contrarios, que como escaldados, não se atreverão a ajudar seus amigos. Mandou o Governador dar

á vela, e entrou com a não em o Rio. Deo saco aos soldados, que em breve tempo apparecerão todos vestidos dos melhores panos. A artilharia applicou pera defensa da cidade, e veem-se hoje algumas das peças na fortaleza de Santa Cruz na barra. A não mandou ao Governador Mem de Sá seu tio, com relação do caso; e ficou elle com gloria de tão grande empresa, não tomando cousa alguma de despojo pera si. Estes ultimos feitos acrescentárão grande terror ás nações estranhas, e vierão d'alli em diante com mais cautela a estas partes.

« PreviousContinue »